OMBRE INDIGO

A SOMBRA É UM RASTRO,
QUANDO AVANÇAMOS PARA A LUZ.

A sombra é reveladora. Ela é a parte secreta e misteriosa que cada um tem em si, lado discreto dos nossos gestos mais íntimos ou dos mais visíveis. É uma verdade oculta.

A sombra é inapreensível e totalmente familiar, ela nos precede, nos segue, nos cerca, nos protege nos deixando livres para existir.A sombra sabe tudo sobre nossas sensações e as prolonga. Sem ela, não há movimentos luminosos.

A sombra olfativa é um enigma repleto de brilho. Sua escuridão é flamejante e viva. Ela se desenvolve por contrastes, suas notas afirmam seus cortes vivos e afiados, aliam suas forças.

OMBRE INDIGO

EAU DE PARFUM

Perfume sensual e sombrio, Ombre Indigo é o rastro da sombra. Ombre Indigo é um perfume enigmático, que mistura madeira e resinas defumadas, onde se esconde uma tuberosa radiante e opulenta. A tuberosa se enfeita com

açafrão ocra, e se dissipa em espirais de papiro, incenso e benjoim.Um rastro profundo e suave, resplandecente e flamejante.

Perfumista:

Mylène Alran @ Robertet

GUSTAVO PELLIZZON

Gustavo Pellizzon é um fotógrafo brasileiro nascido em São Paulo em 1981. Ao concluir seus estudos de comunicação e de fotografia, ele entrou para o jornal «O Diário do Nordeste» depois para «O Globo». Ele colaborou em séries fotográficas para a ONU, o jornal Le Monde, o Wall Street Journal, a New York Magazine…Hoje, Gustavo mora no Rio de Janeiro e se dedica a trabalhos pessoais em fotografia e vídeo – projetos de documentários ou conceituais – mas ainda

colaborando com revistas brasileiras e internacionais.A fotografia escolhida para Ombre Indigo faz parte da série de fotos «Encanto» exposta no Brasil e na Europa.

www.gustavopellizzon.com

MYLÈNE ALRAN@ROBERTET

Mylène Alran é uma jovem perfumista, originária de Albi no sudoeste da França. Mylène sempre foi apaixonada pela natureza e pelos aromas que a cercam. Muito jovem, ela foi fazer estudos de química a fim de poder se dedicar inteiramente à criação de perfumes. Ao chegar à Robertet em 2010 como aluna perfumista de Jacques Flori, ela assimila rapidamente as técnicas de formulação. Seu trabalho e sua criatividade logo a conduzem a trabalhar como perfumista júnior, sob a tutela de Michel Almairac. Juntos, eles criaram Les Roses de Chloé, e depois, sozinha, ela criou Azalée e Hommage à l’Homme Voyageur de Lalique.

  • perfume
  • perfume
  • perfume
  • perfume
  • perfume
  • perfume
  • perfume
  • perfume